Bem-vindo
Índici de livro
Guia da construćčo
Continue ao capítulo 12

Capítulo 11 : Projeto e Construćčo de Tanques Sépticos

A ilustraćčo gráfica abaixo representa o projeto de um tanque séptico de ferrocimento que foi construído em 1975. Este tanque tem sido usado continuamente e permanece em condićões perfeitas. Ao contrário da experiźncia de muitos engenheiros e operadores conceituados de usinas de tratamento de esgoto, o cimento nčo se deteriorou. Talvez isto seja devido ą dureza da almofariz, descrita na página 5; 550 ą 850 kgf-cm2 para a argamassa de ferrocimento em comparaćčo com 175 kgf-cm2 para a mistura de concreto padrčo.

A espessura da parede varia entre 3,8 ą 7,5 cm. A área cinzenta clara representa a matéria orgČnica flutuante. A lama é composta na maior parte de restos microbiais mais pesados do que a água; ela é representada pela parte baixa de cor cinzenta escura. As setas grandes indicam o sentido do fluxo da água. As setas pequenas indicam o sentido do fluxo dos gáses de decomposićčo.

Este tanque séptico nčo recebeu água cinzenta do escoamento de lavanderia, pias, ou dos drenos de banhos (chuveiro e banheira). Ele foi esvaziado no ano 2000; a capacidade restante foi calculada em mais de cinquźnta por cento (25 anos do uso contínuo). A lama inferior foi usada como fertilizante de jardim e a camada superior de matéria orgČnica foi deixada no tanque. Papel higiźnico biodegradável sempre foi usado sem a introdućčo de produtos químicos.

A primeira compartimento tem 55 por cento do volume vazio. A segunda cČmara tem 30% e a terceira tem 15%. Quando a primeira cČmara esta parcialmente cheia com lama e matéria orgČnica flutuante, a água, que esta relativamente desobstruída entre as duas camadas, tem aproximadamente o mesmo volume da água da segunda cČmara. A maioria dos projetos de tanques sépticos incluem somente duas cČmaras. A terceira cČmara adiciona uma protećčo ą área da drenagem, que constituí a parte do sistema séptico mais cara e difícil de construćčo.

A água de esgoto permanece neste tanque por uma média de 45 dias; a água é retida na primeira cČmara por uma média de duas semanas quando está cheia pela metade. A maioria dos códigos dos EUA requerem somente um dia de retenćčo do volume desobstruído na primeira cČmara (quando está 50% cheia). Este limite de tempo insuficiente contaminou muitas bacias de águas subterrČneas em áreas urbanas dos Estados Unidos. Depois que isto aconteceu, os proprietários de casa foram obrigados ą instalar sistemas de tratamento de esgoto municipal. Uma nova fonte de água potável é também frequentemente necessário.

Sistemas sépticos nčo sčo práticos em zonas densas de habitaćčo humana, ą nčo ser que o encanamento de esgoto seja dirigido ą estaćčo municipal do tratamento de esgoto em vez de ąs áreas de drenagem individuais. Existe quase sempre área suficiente para o uso da água cinzenta de lavagem, como irrigaćčo para jardins e paisagens onde os sistemas sépticos sčo utilizados com sucesso. Os códigos locais geralmente nčo requerem que se misture a água cinzenta de lavagem com a água do esgoto dentro do sistema de encanamento antes da saída da estrutura da construćčo.

O efluente dos tanques sépticos individuais é dirigido ą um campo de drenagem como mostra a ilustraćčo abaixo. A largura (X) vezes o comprimento (Y) corresponde ą área de escoamento ou percolaćčo que é determinada por meio de testes do solo para velocidade de escoamento ou absorćčo.

A distČncia (Z) indica a camada de cascalho embaixo do cano de drenagem; tipicamente essa camada tem de 10 ą 15 centímetros de espessura. A trincheira é preenchida com cascalho cuja distČncia é semelhante ą da superfície. A profundidade (P) do cano de drenagem deve ser suficiente para colocar-lo abaixo das raízes que poderčo entupi-lo. A área de drenagem nčo deve estar perto de árvores com raízes profundas. Os arcos conectados sčo usados frequentemente criar uma caverna no fundo da trincheira. Isto substitui a tubulaćčo e o cascalho.

A profundidade (P) é também relacionada ao declive do terreno. Uma área de drenagem em desnível requer maior profundidade para evitar que a água reapareća ą superfície mais baixa.

Sistemas de encanamento que nčo contaminam as águas de lavagem com águas de esgoto sčo bons para o meio ambiente e a economia de custo. A cífra adicional é pequena.

O efluente de tanques sépticos individuais ou da comunidade pode ser dirigido ao sistema de tratamento municipal a um custo muito menor do que sistemas de esgoto contendo água de lavagem e matéria orgČnica. Encanamentos de coletagem de esgoto correspondem de 70 ą 90 por cento da instalaćčo municipal de tratamento de esgoto, quando todas as águas de lavagem e matéria orgČnica de esgoto nčo tratada sčo dirigidas ą um local central.

Os testes para determinar a velocidade de escoamento ou absorćčo do solo seguem um processo que pode variar de um local ao outro. A idéia básica é determinar uma área de escoamento que seja suficiente para o uso planejado. Isto é feito por meio de uma escavaćčo preliminar de tamanho suficientemente grande para que se possa trabalhar dentro do buraco escavado. Este buraco preliminar deve ser feito perto do ponto (Y) no gráfico acima. A escavaćčo é feita com a profundidade total e largura suficiente para se trabalhar dentro do buraco. Em seguida, um buraco menor é feito no fundo da área escavada. É neste buraco menor que se faz o teste enchendo-o com água e medindo a velocidade do escoamento. Se houver uma variaćčo do tipo de solo na área do comprimento planejado (Y), outras escavaćões com buracos de teste deverčo ser feitas nas extremidades da área planejada.

A principal razčo para o uso de vários métodos de calcular a área de escoamento é que os organismos anaeróbicos crescem no fundo e nas paredes da área de drenagem enquanto esta atinge um equilíbrio com a vida do solo. Estes organismos anaeróbicos morrem e sčo consumidos por organismos aeróbicos no solo. O crescimento desta camada viva se desenvolve no fundo e nas paredes da trincheira, onde o cascalho se encontra com o solo. Isto retarda o escoamento de água para fora da área de drenagem e também auxilia na purificaćčo final das águas residuais. A temperatura e biologia do solo tźm um efeito grande nesta camada e explicam muitas das diferenćas regionais nas fórmulas para calcular a área total necessária para drenagem.

Se os cálculos da área de drenagem incluírem ambas as águas de lavagem e as águas de esgoto, a área de drenagem terá que ser maior do que a necessária, se as águas de lavagem fossem utilizadas para irrigaćčo de jardins e projetos paisagísticos. É fácil usar um método para dividir o fluxo das águas de modo que metade da área de drenagem nčo é usada. Instale uma tubulaćčo de dreno no tanque séptico de modo que a água possa ser dirigida ąs tubulaćões para uma ou outra metades separadas no ponto médio da área de drenagem (Y). Uma barreira de argila no cascalho entre as duas metades melhora a eficiźncia da separaćčo (a metade nčo utilizada permanece seca).

Os blocos de sustentaćčo de dois centímetros de grossura com arames para uni-los ą armaćčo separam o aćo do contato com o solo. As barras de aćo de reforćo nas paredes de separaćčo da cČmara nčo necessitam ser dobradas para se sobreporem na parede exterior. As bordas feitas de arame soldado servem de conexčo adequada para as paredes internas da cČmara. As partes do ferrocimento com paredes retas sčo mais fáceis de se construir usando arame soldado vendido em sećões retas em vez de em rolos; isto elimina a necessidade de endireitar-se os pedaćos cortados de um rolo.

Um produto ą base de cimento e aplicado em duas camadas, é usado dentro do tanque para servir como selador de água.









Continue ou capítulo 12